Wellington Dias suspende cirurgias eletivas por 15 dias no Piauí

O Governo do Estado proibiu, através de decreto, a realização de procedimentos cirúrgicos na modalidade eletivos por um prazo de 15 dias nos hospitais públicos do Piauí. Segundo o governador Wellington Dias, a medida é excepcional para o enfrentamento à covid-19.

O documento foi assinado pelo governador nessa quarta-feira (10), e publicado no Diário Oficial do Estado do Piauí nesta quinta-feira (11). Para a decisão, Wellington Dias alega a necessidade de adotar as medidas sanitárias mais rigorosas, visando o enfrentamento da doença e o esgotamento do sistema de saúde no Estado.

Conforme o decreto, ficam suspensas pelo período de 15 dias, as cirurgias eletivas no âmbito dos hospitais públicos e de todos os ambulatórios, exceto os casos de patologia materno-infantil, oncológica, cardiológica e neurológica.

A medida ocorre devido ao aumento do número de casos e de óbitos provocados pelo novo coronavírus no Piauí, por isso há a necessidade de intensificar as medidas de contenção da propagação do vírus e preservar a prestação de serviços das unidades hospitalares.