Wilson Martins diz que Ciro Nogueira se aproveitou de Wellington Dias

Durante entrevista nessa terça-feira (4) o ex-governador do Piauí, Wilson Martins (PSB), respondeu às críticas feitas pelo senador Ciro Nogueira (Progressistas) acerca de seu retorno para a base do governador Wellington Dias (PT).

O ex-gestor destacou que é comum que políticos se reaproximem depois de buscar entendimento, mas alfinetou o líder do PP ao lembrar que ele foi eleito no mesmo palanque do Partido dos Trabalhadores, mas só iniciou os ‘ataques’ à base depois que rompeu com o chefe do Palácio de Karnak. Para Martins, o senador se ‘aproveitou’ do apoio do governador Wellington Dias.

“O Ciro esteve com Wellington até recentemente. No palanque ele enaltecia o Partido dos Trabalhadores, o governador Wellington, o presidente Lula e mal passou a eleição e eles se afastaram, romperam. Acho mais estranho você se beneficiar de um palanque e se afastar do que se reaproximar depois por um entendimento”, disparou Wilson.

Wilson disse ainda que o alinhamento entre PSB e PT é compreensível porque ambas as siglas estão no mesmo campo ideológico, diferente do Progressistas, que é considerado do Centrão.

Pode ser inveja

O ex-governador disse que muitas vezes decisões tomadas podem gerar algum tipo de sentimento de inveja. “Não quero polemizar isso com ninguém, mas o povo vai julgar”, continuou.

Antes de anunciar retorno à base governista, Wilson foi sondado por Ciro, que tentava acordo para levar o PSB para a oposição. Ao ser questionado se o senador poderia estar com inveja, Martins não quis se comprometer.

“É um sentimento muito comum, não estou colocando essa questão para o senador, mas é público que o senador queria muito que o PSB tivesse com ele. Porque não deu certo e deu certo com o PT, até compreendo que ele possa ficar chateado, mas não tem razão para bater nisso”, finalizou.