Governo Federal reconhece situação de emergência pela seca em São Raimundo Nonato

O Governo Federal reconheceu mais uma vez a situação de emergência por causa da seca em São Raimundo Nonato, a 536 km de Teresina. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União nesta sexta-feira (17).

A primeira vez que o Governo Federal fez o reconhecimento do problema no município foi em maio deste ano. Desde então, segundo o secretário de Defesa Civil do Piauí, José Augusto Nunes, medidas estão sendo adotadas para amenizar os impactos da seca à população.

“O município está sendo socorrido por caminhões-pipa e estamos planejando realizar a perfuração de poços”, informou.

A seca aumenta o risco de propagação das queimadas. O município vem enfrentando uma série de incêndios que iniciaram no dia 7 de setembro. O fogo chegou atingir casas, propriedades e até animais.

O primeiro foco de incêndio surgiu na Serra dos Gringos e o fogo ameaçava chegar até o Parque Nacional da Serra da Capivara, que concentra a maior quantidade de sítios arqueológicos pré-históricos das Américas.

Nesta sexta-feira (17), São Raimundo Nonato apresenta somente dois focos de incêndio. Um está sob controle e vem sendo monitorado pelo Corpo de Bombeiros. Já o outro foco ainda não foi identificado.