Mulher é espancada até a morte no Piauí; ex-companheiro é o suspeito

Um homem de 31 anos foi preso, na tarde deste sábado (9), suspeito de matar a ex-companheira após bater a cabeça da vítima contra a parede, em Simplício Mendes, a 396 km de Teresina. Segundo a Polícia Militar, ele assumiu ter assassinado Isabel Francisca da Costa, 31 anos.

Segundo o tenente Diego Damata, da 2ª Companhia do 14º Batalhão da PM, populares ligaram para polícia informando sobre o possível homicídio no bairro São Francisco.

“Uma amiga da vítima foi até a casa e viu pela fechadura da porta bastante sangue, e a Isabel deitada no chão. Os policiais conseguiram entrar no imóvel e comprovaram que a mulher estava morta, com um corte profundo na cabeça”, informou.

Homem é preso de matar ex-companheira em Simplício Mendes, no Piauí — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Homem é preso de matar ex-companheira em Simplício Mendes, no Piauí — Foto: Divulgação/Polícia Militar

Os policiais militares começaram a colher informações sobre a possível autoria do crime. Eles descobriram que até às 22h de sexta-feira (8), a vítima estava bebendo com uma amiga e seu ex-companheiro.

“A amiga contou que saiu da casa da Isabel às 22h30 e deixou a vítima com seu ex-companheiro, que eles estavam discutindo porque o rapaz não aceitava o fim do relacionamento. Segundo a amiga, ele insistia para voltar e ameaçava que a ex não poderia ficar com mais ninguém”, revelou o tenente.

Com as informações, os policiais foram até a casa do ex-companheiro e o questionaram sobre o crime, mas ele inicialmente negou autoria.

“Durantes buscas na casa, a equipe encontrou uma camisa suja de sangue e diante da prova, o suspeito confessou a autoria do crime. Ele contou que por volta das 23h discutiu com a vítima, porque ela não queria reatar o relacionamento e passaram a se agredir. Em certo momento, ele disse que bateu a cabeça da Isabel contra a quina da parede e ela começou sangrar bastante. Em seguida ele com medo fugiu”, informou o tenente.

Os policiais deram voz de prisão e conduziram o suspeito até a Delegacia de Simplício Mendes.